Economia Circular: entenda como funciona

Economia Circular

Entenda mais sobre a importância da Economia Circular, para a construção de um futuro sustentável

 

O que é Economia Circular?

 

A economia circular é um conceito económico que faz parte do desenvolvimento sustentável, que pretende e enxerga a fabricação e consumo dentro de uma lógica cíclica, estendendo a vida útil dos produtos, reutilizando os resíduos e poupando recursos naturais. De acordo com a Fundação Ellen MacArthur,  o conceito segue três princípios:

 

  • Eliminar resíduos e poluição desde o início da cadeia produtiva 
  • Manter produtos e materiais em uso
  • Regenerar sistemas naturais

 

De modo que toda matéria-prima seja utilizada até seu esgotamento, podendo ser transformada, reutilizada ou reciclada. Sem recorrer ao descarte precoce, medida prejudicial ao meio ambiente. Que ocorre em outros tipos de economia como a Linear.

 

Economia Linear

 

Economia linear é a dinâmica que condiciona o crescimento na produção e a eficiência a um processo fechado, em que a vida útil do material possui apenas cinco etapas:

 

  • Extração: recurso natural retirado do ambiente
  • Processamento: recurso natural processado para se tornar matéria-prima
  • Transformação: fase em que a matéria-prima vai para a indústria, onde é transformada em bem de consumo
  • Consumo: abrange o período em que uma ou mais pessoas adquirem o bem de consumo e o utilizam. Pode ser por alguns minutos, dias, meses ou anos
  • Descarte: ocorre quando o bem de consumo deixa de cumprir sua função ou é, simplesmente, substituído por um novo. Na economia linear, ele é descartado mesmo que ainda sirva para outros indivíduos, possa ser adaptado ou reciclado.

 

Processo que foi predominante nos últimos séculos, sendo um dos responsáveis diretos por inúmeros problemas ambientais que enfrentamos hoje, a boa notícia é que este modelo vem perdendo espaço com as novas medidas e implantação da Economia Circular.

 

Como funciona Economia Circular

 

A economia circular faz uma adequação no que seria o final do processo da economia linear, adicionando fases para estender a vida útil dos produtos.

 

  • Extração
  • Transformação
  • Consumo
  • Manutenção e reparação
  • Reutilização
  • Reciclagem ou tratamento para descarte consciente.

 

Embora as primeiras etapas sejam as mesmas que na economia linear, elas costumam ser focadas na diminuição de desperdício e no reaproveitamento de materiais. Sua lógica começa muito antes do consumo, pois parte da consciência a respeito da importância dos recursos naturais.

 

De modo que nem sempre seja preciso extrair um novo recurso natural, este pode resultar de um insumo reciclável, que é transformado em matéria-prima para um novo produto.

 

Observe, ainda, que o consumo é seguido por manutenção e reparação, a fim de que os materiais tenham uma vida útil mais longa e possam ser reutilizados. 

 

Na última fase, a reciclagem é a primeira opção, sendo que o descarte só acontece quando o recurso foi esgotado. Eles só serão descartados quando não puderem mais ser reaproveitados, e de forma consciente, visando diminuir o impacto ambiental.

 

Importância da Economia Circular

 

Com a implementação da Economia Circular é possível, preservar os recursos naturais, até mesmo reverter alguns danos ambientais como a poluição dos rios e do solo, o aquecimento global e a derrubada de florestas.

 

Garante inovações tecnológicas, empregos e renda, sem destruir o meio ambiente e esgotar recursos.

 

Apostar nesse sistema gera diversos impactos positivos, incluindo um aumento na oferta de recursos naturais e maior eficiência para empresas de todos os portes. Essa dinâmica elimina desperdícios em toda a cadeia produtiva, representando economia para as indústrias, seus parceiros e para o cliente final.

 

Além de todos os benefícios de bem estar social e ambiental esta implementação proporcionam às empresas que investem na economia circular visibilidade positiva perante os funcionários, consumidores e a sociedade, sendo reconhecidas  como organizações responsáveis que zelam pelo bem-estar do planeta.

 

Conforme pontua a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o novo modelo de Economia Circular agrega a valorização de boas práticas que aumentam a competitividade da produção nacional.

 

 Com informações: FIA

 

Para sua Empresa 

 

Qualquer que seja a área de atuação de uma empresa, é preciso ter a consciência de que toda indústria já nasce com potencial poluente inerente ao seu perfil do negócio e que, portanto, o gerenciamento dos riscos ambientais precisa ganhar cada vez mais sofisticação diante dos mercados globalizados, onde as parcerias comerciais também se dão por afinidades que incluem questões relativas às políticas e práticas ambientais.

A Brasil Coleta possui equipe técnica especializada para apoiar as empresas clientes na adoção e controle das melhores práticas de gerenciamento global de resíduos e atendimento aos requisitos legais. Por meio de sua Consultoria Ambiental Estratégica 

Entre em contato conosco, faça parte você também da economia circular,  corroborando com o meio ambiente, a sociedade e as gerações futuras. Aumente a credibilidade da sua empresa perante o mercado e seja um agente do desenvolvimento sustentável.

 

Gostou do conteúdo? Continue acessando nosso 

blog  para ficar antenado nas notícias do mundo sustentável, e para ficar sempre atualizado, siga nossas redes sociais, estamos no: Instagram, FacebookLinkedIn.

Nenhum comentário. Seja o Primeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.