Transforme uma garrafa pet em um vaso de plantas

garrafa pet

Que tal transformar aquela garrafa pet parada em um vaso de plantas?

Saiba como a garrafa pet pode se tornar “casa” para as suas plantinhas.

Reaproveitar itens utilizados no dia a dia parece pouco, mas pode contribuir, e muito, para a preservação do meio ambiente, já que esse processo diminui o descarte de materiais recicláveis na natureza. A reutilização de garrafa pet é um dos métodos mais clássicos e versáteis de artesanato e hoje daremos dicas de como transformar essa embalagem em vasos para as suas plantas.

Colocando a mão na massa

Antes de mais nada, além da garrafa pet, você vai precisar usar a criatividade para elaborar os vasinhos, que podem ser mais simples, mais decorativos, verticais, horizontais e, claro, customizados da forma que preferir.

Para a produção de um vaso simplório são necessárias régua, caneta e tesoura para traçar uma linha ao redor da garrafa e assim cortá-la pela metade. O acabamento fica por conta do lixamento das rebarbas e a finalização pode ser feita com uma tinta verniz vitral para dar cor ao plástico sem excluir sua transparência.

Se você quer utilizar toda a garrafa em sua produção, saiba que é possível, basta desenhar uma linha na parte de cima e outra perto da base da garrafa. Recorte essas linhas e coloque a parte de cima virada para baixo (sem a tampa), encaixando na base. Quando for plantar, insira a terra na parte de cima, a água na base e está pronto!

Além dessas duas opções, você ainda pode elaborar um vaso em conjunto com seus filhos e unir a diversão à montagem de algo útil. É fácil, ao invés de apenas fazer uma linha reta e recortar, é possível moldar orelhas de coelhinho ou gatinho, por exemplo. O importante aqui é caprichar na pintura que dará “forma” ao animal, se atentando sempre aos detalhes, como focinho e bigode.

E aí, curtiu a dica? Para ficar por dentro de artigos como esse acesse https://www.brasilcoleta.com.br/ e siga a Brasil Coleta nas redes sociais, estamos no FacebookLinkedIn e Instagram.

 

Nenhum comentário. Seja o Primeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *