Qual o tamanho da biodiversidade do Brasil?

Toda hora ouvimos que a biodiversidade do Brasil é uma das maiores do mundo. Mas qual o tamanho real dessa biodiversidade?

Pois bem, os ecossistemas que existem no Brasil possuem milhares de espécies animais e vegetais, além de também obter uma grande concentração de produção agrícola. Essas regiões também possuem muitas fontes aquáticas que são peças-chaves para o abastecimento de todo o Brasil. Com todas suas características, a biodiversidade brasileira tem um papel superimportante para a sobrevivência e prosperidade da população.

Biodiversidade em números

Certas vezes os números podem ser frios. Mas nesse caso eles são essenciais para poder demonstrar o tamanho da biodiversidade brasileira. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), o Brasil possui 6 biomas terrestres e 3 ecossistemas marinhos. Além disso, dentre seus biomas e ecossistemas, o país reúne 116 mil espécies animais e 46 mil espécies vegetais.

Em termos de concentração, esses números representam 20% do total de espécies do mundo, seja de vida marinha ou terrestre.

Contudo, não é só pela quantidade que a biodiversidade brasileira é importante. Todos os ecossistemas e biomas presentes no país são essências para o funcionamento do meio ambiente, seja pelas suas espécies endêmicas, ou pela diversidade.

Ecossistemas e biomas: o que são?

Antes de passar uma visão técnica sobre a verdadeira importância da biodiversidade brasileira, aqui vai, para uma melhor compreensão, as definições dos tão citados ecossistema e biomas.

Ecossistema: uma região que tem uma organização biológica, ou seja, tem como principal característica o equilíbrio entre os sistemas. Um ecossistema é, por definição, um ambiente natural que possui comunidades que se relacionam com o ambiente e entre si. Essas comunidades são divididas em dois grupos, os bióticos (seres vivos) e abióticos (componentes não vivos). Por fim, os ecossistemas podem ser divididos em dois ambientes: aquático e terrestre. O último é marcado por ser dividido em biomas.

Bioma: é uma derivação do ecossistema. Por definição, um bioma é uma unidade biológica ou geográfica que possui suas próprias características climáticas, biológicas e físicas. O bioma tem como principal característica a reunião de um conjunto de vida vegetal e animal no mesmo território. Podem ser definidos pelo clima, tipo de solo e vegetação.

Esboço da importância

A biodiversidade brasileira é tão grande que é difícil de mensurar qual a sua verdadeira importância. Contudo, graças a diversos estudos produzidos pela comunidade científica, é possível ter uma noção da importância dessas regiões, e em quais quesitos elas mais contribuem.

A sociedade científica, por exemplo, conhece há muito tempo sobre os aspectos de contribuição das vegetações na retenção de carbono, composto químico que impulsiona o aquecimento global.

A Floresta Amazônica, por exemplo, ajuda em boa parte da retenção de carbono. Por ser a maior floresta tropical úmida do mundo, o bioma retém toneladas de carbono todos os anos. Entretanto, por causa dos desmatamentos e queimadas recorrentes, essa retenção pode estar diminuindo.

De acordo com um estudo publicado na revista científica The Royal Society, e que teve como um dos condutores a cientista brasileira Erika Berenguer, em determinadas regiões da Amazônia que foram queimadas, a emissão de carbono pode ter aumentado até 4 vezes, ou seja, um fator abominável em tempos de aquecimento global.

Para mais conteúdos como esse continue acessando nosso blog ou siga-nos nas redes sociais. Estamos no Instagram, Facebook e LinkedIn.

Nenhum comentário. Seja o Primeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *