Inpe lança novo painel que oferece informações públicas de desmatamento

Em julho deste ano o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará (SEMAS-PA), lançou um novo painel que pode ser muito útil para o monitoramento das vegetações brasileiras. A AMS/Plataforma TerraBrasilis, que tem vínculo com a Plataforma Terrabrasilis, uma ferramenta de monitoramento nacional, será um local onde imagens de sensoriamento remoto irão ser usadas para monitorar a situação da cobertura florestal da Amazônia.

Funcionamento

Com foco em acompanhar a situação da maior floresta tropical do mundo, a Sala de Situação da Amazônia (AMS) irá usar imagens sensoriais remotas – que são obtidas com satélites – para realizar o trabalho de análise e disponibilização de dados.

O serviço estará disponível em uma aba do site http://terrabrasilis.dpi.inpe.br/ e qualquer usuário da internet poderá checar os conteúdos visuais transmitidos.

Importância

A AMS/TerraBrasilis está sendo lançada em um contexto muito delicado no qual a ferramenta pode ser muito útil na implementação de políticas públicas para o meio ambiente, assim como também pode servir para a população civil ficar antenada na situação de sua floresta. Pelo fato de as áreas de desmatamento estarem em uma crescente nos últimos anos – de acordo com dados do INPE só no ano passado 10.851 km² foram desmatados na Amazônia – iniciativas como o novo painel podem servir de modo efetivo no combate contra o desmatamento da maior floresta tropical do mundo. O que pode ajudar tanto na preservação do meio ambiente, quanto na melhoria de qualidade de vida da população, assim como também tem poder de influenciar na melhoria das condições climáticas.

Gostou do conteúdo? Continue acessando nosso blog, ou siga-nos nas redes sociais para acompanhar mais informativos do mundo sustentável. Estamos no Instagram, Facebook e LinkedIn.

Nenhum comentário. Seja o Primeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.