Como descartar lâmpadas corretamente

como-descartar-lampadas-corretamente

Como descartar lâmpadas corretamente

Entenda como você pode descartar os dois principais tipos de lâmpadas.

Neste artigo você vai aprender como fazer o descarte correto de Lâmpadas Incandescentes e Fluorescente. E o por que é tão importante fazer o descarte corretamente.

Como descartar Lâmpadas Incandescentes:

As lâmpadas incandescentes são produzidas basicamente por vidro, metal e o filamento de tungstênio (não possui nenhum componente tóxico). Mas apesar disso, esse tipo de lâmpada não é reciclável, já que a composição de seu vidro é diferente, contando com pequenas partículas de metal.

Se essas não são recicláveis, então como descartar lâmpadas incandescentes? Como não possuem resíduos tóxicos, não existe muitos problemas em descartá-la em lixo comum. No entanto isso não é o ideal, faça somente em último caso. Há postos públicos e privados para todos os tipos de lâmpada.

Como descartar Lâmpadas Fluorescentes:

Apesar de serem mais eficientes do que as lâmpadas incandescentes, no interior das lâmpadas fluorescentes existem componentes químicos muito perigosos à saúde. Dentre eles, o mais perigoso é o mercúrio, um metal pesado e tóxico. Devido à presença do mercúrio, o descarte das lâmpadas fluorescentes se torna muito complicado.

O contato da substância em níveis mais altos pode gerar sérios problemas à saúde. O maior problema acontece quando a substância é inalada, o que pode causar intoxicação por mercúrio, causando tosse, dispneia, dores no peito e outros problemas mais graves.

Sobre os problemas causados no ambiente, quando o mercúrio é despejado de maneira irregular em rios, por exemplo, ele volatiliza e passa para a atmosfera, causando prováveis chuvas contaminadas. Pode acontecer também de micro-organismos absorveram o mercúrio, tornando-o orgânico em vez de metálico. Animais aquáticos e plantas podem reter o mercúrio e assim contaminar o meio ambiente sem que exista chance de erradicação.

Saiba mais sobre a Brasil Coleta no nosso site, clicando aqui. Acompanhe todas as nossas notícias no nosso blog, e no nosso Facebook, LinkedIn e Instagram.

Nenhum comentário. Seja o Primeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *